Siga nas Redes Sociais:

TEA - LUTO DA DESCOBERTA



O LUTO MUDA A ROTINA DO CASAL!

tea- luto da descoberta
Só com muito respeito e cumplicidade o casal consegue superar o luto e estruturar uma família feliz!

 

Luto é uma palavra antônima a ideia de vida a dois, mas quando nos descobrimos neste mundo azul, aprendemos um novo significado para esta palavra...
Ser um casal é sempre um grande desafio, mas com cumplicidade, parceria, compreensão e empenho; formar um casal é muito gratificante, pois nos completa como pessoas!
Porém por mais bem entrosado que este casal seja, quando chega um filho, toda a estrutura pode ser abalada, pois as regras do relacionamento mudam, pois existe uma terceira pessoa, que precisa de muitos cuidados.  Isso significa que parte do tempo e dedicação que seria direcionado ao parceiro, será agora dirigido a este novo membro da família.
E quando este casal se depara com outro membro não esperado, o Autismo?

Casal e o autismo

Sei que pode parecer cruel falar desta maneira, mas essa é a situação que nos aguarda quando descobrimos que nosso filho tem autismo.  Porque estávamos preparados para uma criança e tínhamos expectativas quanto a ela, e então descobrimos que algo estava diferente do esperado...
Neste momento nos vemos perdidos, com medo, frustrados e cheios de perguntas para as quais não conhecemos as respostas.  E se vocês estão neste momento de descoberta, talvez até se sintam:
  •  culpados pelo que sentem em relação ao seu filho;
  • envergonhados por achar que fizeram algo errado;
  • com raiva do conjugue por pensar que o outro tem culpa;
  • sozinhos por sentirem que seus sonhos não se realizaram quanto a família e a criança que acaba de chegar.
Mas fique tranquilo, pois isto faz parte do processo.  Esta é a fase do LUTO!  E todos passam por isso no momento da descoberta!
Quando meu filho tinha menos de dois anos, eu notei que havia algo fora do padrão com ele, e sinalizei a meu marido que nosso filho provavelmente era portador de autismo!  Mas quando chegamos ao consultório e a médica disse o que eu já sabia.  Meu mundo desabou!  Chorei por duas semanas!  Mas fazem nove anos  e hoje estamos vivendo um outro momento!

Uma nova realidade se apresenta

Foi bem difícil para nós esta nova realidade, mas o que nos fortaleceu e nos salvou foi primeiramente a fé em Deus, e em seu amor por nossa família; e nossa parceria e amor um pelo outro.
Ouvimos muitas acusações por parte de parentes, coisas que nos arrebentavam a alma!  Mas o filho era nosso.  Não meu, não dele, não dos parentes!  Era nosso filho, meu e dele!
E algumas atitudes nos fortaleceram e fortalecem até hoje para prosseguir na busca por uma vida melhor para este cara incrível que tenho em casa!

Como Superar,  juntos, o Luto?

  1. RESPEITE O JEITO DO OUTRO:  Cada pessoa tem seu jeito, e vai passar por este período de um modo diferente, até porque no relacionamento de um casal, um é mais forte que o outro, um mais sentimental, outro mais racional... Não exija que seu parceiro passe por este momento da mesma forma que você!
  2. SEM ACUSAÇÕES:  Já se sabe que não existe uma causa específica para o autismo.  Portanto NÃO É CULPA SUA OU DELA/E!!!!! Não é culpa de ninguém!  Não percam tempo se acusando de algo que não poderia ser previsto ou prevenido!  Vocês sofrerão muitas acusações cruéis de gente que amam,  e de quem nunca poderiam imaginar!  Portanto não precisam se acusar mutuamente!
  3. APOIEM-SE: Neste primeiro momento, pode acontecer de receber apoio de amigos e parentes, afinal nem todo mundo é insensível, e se vão haver críticas, também haverão pessoas solidárias a sua dor.  Mas no fim das contas, quem fica é seu parceiro!  É com ele que você dorme, acorda do lado, planeja o futuro.  Por isso vocês precisam se apoiar e aprender a ser a rocha de salvação um do outro. Quanto mais fortes forem juntos como casal, mais longe chegaram como família, e mais felizes conseguiram ser!
  4. REDESCUBRAM-SE: Aprendam a descobrir o que faz com que sejam fortes como um só coração.  O autismo não terá misericórdia, trará desafios a cada dia; a sociedade não terá misericórdia, não facilitará seu caminho.  O que resta?  Aquela pessoa que um dia você olhou apaixonado e pensou: "... Esta é a pessoa que eu esperava na minha vida!"  São seus laços como casal que vai fortalecer vocês a prosseguir!  A vencer todos os desafios que se apresentarem.

E então?

Este caminho em que se encontram agora, é definitivo.  Será necessário determinação para ter exito, mas é possível.
Muitos casais desistem daquilo que sonharam juntos, quando se veem frente ao autismo.
Porém outros se fortalecem e como a fênix se erguem e superam a tudo e a todos por amor um ao outro e ao filho que eles decidem amar e guiar na estrada da vida.
Sejam fortes, unam-se e sigam em frente e não abram mão de ser uma família que tem tudo para superar  o autismo!

Comentários