Siga nas Redes Sociais:

VÁRIAS FAMÍLIAS, UM SÓ CORAÇÃO!


várias famílias, um só coração
Quando famílias que vivem a realidade do transtorno se unem, todos encontramos ampoio, e a solidão perde espaço!

SOZINHOS NO MUNDO

         Com a descoberta e confirmação que Pedro Henrique tinha Autismo, nosso mundo virou de cabeça para baixo!
       Lembro bem que um dos primeiros pensamentos que me devastou foi pensar por onde eu deveria começar!
       Autismo... Naquele momento inicial, não era um diagnóstico, era uma cruel sentença! Como seria a vida de meu filho dali em diante?
       A nove anos atrás não tínhamos ideia do que fazer;  de com quem dividir nossas preocupações; não conseguíamos se quer ordenar os pensamentos...
       Foi uma fase muito solitária para nossa família!


BENDITAS CONEXÕES

        Naquela época nós não acessávamos internet ou zap;  não conhecíamos ninguém que tivesse filhos autistas, não tínhamos orientação profissional que passasse segurança,  e eu só conseguia sentir pena de mim mesma!
       Com o passar do tempo, fomos descobrindo que outras famílias viviam a mesma realidade. Isto se deu com a descoberta de grupos na internet que tratavam do tema Autismo.
        O primeiro grupo que conheci, foi o de Vera Duma. MEU AUTISTA CRESCEU... E AGORA?          Lá encontrei outras mães que compartilhavam o que sentiam e pensavam, e mais que isso, as vitórias e evoluções de seus filhos!
        Isso mudou minha visão dolorida da vida!

Na Batida De Um Só Coração

         Hoje faço parte de inumeros grupos no Facebook e no Whatzap, e sou administradora de um desses grupos, que é o DOMINGO AZUL.
        Com a correria, nem sempre consigo interagir ou acompanhar tudo que acontece. Mas aprendo muito com aquelas mães! E afirmo que não tem preço fazer parte deste tipo de movimento!
       Para quem recebe este diagnóstico, o medo, a dúvida e a sensação de estar perdido é muito comum. Mas quando estas pessoas encontram apoio de um grupo onde todos passam pelos mesmos dilemas, o fardo se torna mais leve!
      Não estou aqui dizendo que nossos filhos são um fardo! Mas afirmo que lutar contra os danos do autismo sozinho é um grande e pesado fardo!
       Por isso busque fazer parte de grupos de apoio.
       Cada família é um universo único, portanto cada situação vivida é única. Mas tenho certeza que de alguma forma, as experiências que são compartilhadas, enriquecem as vidas de outras famílias.

Junte-se a Nós E Encontre Vários Ombros Solidários

       Vou deixar aqui uma lista com alguns grupos dos quais faço parte no face, e que muito me ajudaram e continuam ajudando na missão de ser anjo da guarda de meu filho!


Não fiquem sozinhos, juntos somos mais fortes!

Comentários